Quão profundo amor

Written by Stefano Mozart on . Posted in Hinos e cânticos espirituais

How Deep the Fathers Love For Us

How deep the Father’s love for us
How vast beyond all measure
That He should give His only Son
To make a wretch His treasure

How great the pain of searing loss,
The Father turns His face away
As wounds which mar the chosen One
Bring many sons to glory

Behold the Man upon a cross,
My sin upon His shoulders
Ashamed I hear my mocking voice
Call out among the scoffers

It was my sin that held Him there
Until it was accomplished
His dying breath has brought me life
I know that it is finished

I will not boast in anything
No gifts, no power, no wisdom
But I will boast in Jesus Christ
His death and resurrection.

Why should I gain from His reward?
I cannot give an answer
But this I know with all my heart
His wounds have paid my ransom

Quão profundo é o amor do Pai por nós

Quão profundo é o amor do Pai por nós,
Quão vasto, além de qualquer medida,
Pra que Ele desse Seu único filho
Para fazer de um infeliz o seu tesouro.

Quão grande dor e aflição –
O Pai virou-lhe a face –
Enquanto as feridas que amargam o Escolhido,
Trazem muitos filhos à glória.

Eis o homem sobre a cruz
Meus pecados sobre os seus ombros
Envergonhado, ouço minha voz zombadora
Clamando em meio aos escarnecedores.

Foi o meu pecado que o prendeu lá,
Até que estivesse consumado.
Seu suspiro ao morrer trouxe-me vida
Eu sei que está consumado.

Não me gloriariarei em nada:
Nem em dons, poder ou sabedoria.
Mas me gloriarei em Jesus Cristo,
Sua morte e ressurreição.

Por que eu participaria de seu galardão?
Eu não posso dar uma resposta.
Mas isso eu sei, com todo o meu coração:
Suas feridas pagaram meu resgate.

 

 

Trackback from your site.

Leave a comment