Posts Tagged ‘evangelho’

O poder de Deus

Written by Stefano Mozart on . Posted in Citações, trechos de livros etc

In the regeneration of men, there is a greater demonstration of the power of God than in the very creation of the universe. God created the universe “ex nihilo”, out of nothing. But when He saves a men, He recreates a mass of fallen depravity into a child of God. And there is no human explanation for that, except that this is the Spirit of God, moving through the message of God. That is the gospel. That is the power of God.

— Paul Washer

Na regeneração do homem há uma maior demonstração do poder de Deus do que na própria criação do universo. Deus criou o universo “ex nihilo”, do nada. Mas, quando salva um homem, Ele recria uma massa caída de depravação como um filho de Deus. E não há explicação humana para isso, exceto que isso é o Espírito de Deus movendo-se por meio da mensagem de Deus. Isso é o evangelho. Isso é o poder de Deus.

O poder de transformar

Written by Stefano Mozart on . Posted in Citações, trechos de livros etc

É completamente normal que outros crentes tenham opiniões, tradições ou práticas bem diferentes das nossas. Também é normal (ou, ao menos, inevitável) que vejamos algumas destas pessoas como “opositores”. O que não é aceitável é o seguinte: para demonstrar o meu amor por alguns cristãos, tenho que ser também inimigo de seus inimigos. Ter comunhão com esse tipo de cristão significa fazer parte de suas cruzadas contra outros cristãos! […] Contudo, repetidas vezes encontro cristãos no trabalho que me pedem: “Se você realmente quiser ter comunhão conosco, precisa afastar-se publicamente de X, Y e Z”.

Por exemplo: tenho alegria em trabalhar com igrejas que se entendem como “carismáticas”, e também com outras que olham para este estilo de espiritualidade com muito ceticismo. E vários de meus amigos carismáticos questionam seriamente o meu amor por eles por eu investir tanto tempo em grupos não carismáticos. Outros não carismáticos têm a impressão de que tomei partido dos carismáticos por trabalhar tanto com estas igrejas. Conclusão: para alguns, sou “herege” por dar a mão a pessoas que eles consideram “hereges”.

O lema é sempre o mesmo: “Se você me ama, será inimigo dos meus inimigos”. Esta forma de pensar em categorias de segregação e lutas está tão disseminada entre os cristãos que me parece ser o principal obstáculo à evangelização do mundo. Não estou dizendo que estes grupos não deveriam envolver-se tanto com a verdade. Acima disto gostaria de apontar para o fato de que em seu sistema de crença possivelmente falta o mais importante aspecto do amor de Deus: o poder de transformar inimigos em amigos. Em vários grupos que conheço parece acontecer exatamente o oposto: eles continuam a transformar amigos (potenciais) em inimigos.

— Christian A. Schwartz
Do texto: As 3 Cores do Amor (Editora Esperança), p. 9.

A teologia da prosperidade

Written by Stefano Mozart on . Posted in Citações, trechos de livros etc

Eu não sei o que você sente em relação à Teologia da Prosperidade, mas eu vou lhe dizer o que eu sinto: ódio!

Isso não é evangelho! E está sendo exportada deste país (EUA) para a Ásia e a África, vendendo um cardápio de benefícios aos mais pobres dos pobres. Eles dizem: “Creia nessa mensagem e seus porcos não irão morrer, e sua esposa não terá abortos, e você terá anéis em seus dedos e casacos nas suas costas”.Isso está saindo da América. Pessoas às quais nós deveríamos dar nosso dinheiro, nosso tempo e nossas vidas, em lugar  de vender a eles esse monte de esterco que insistem em chamar “evangelho”. E está é a razão pela qual a Teologia da Prosperidade é tão horrenda.

Qual foi a última vez em que um americano, um africano ou um asiático jamais disse que Jesus é totalmente satisfatório por causa da BMW que possuía? Nunca! Eles dirão: “foi Jesus quem te deu isso? Eu aceito esse Jesus!” Isso é IDOLATRIA. Isso não é Evangelho. Isso é colocar os dons acima de quem deu os dons.

Eu vou te dizer o que faz Jesus parecer lindo. É quando você bate seu carro e sua filhinha voa através do pára-brisas… e cai morta na rua… e você diz, em meio a mais profunda dor possível: “Deus me é suficiente. Ele é bom, Ele cuidará de nós, Ele irá nos satisfazer, Ele nos fará passar por isso. Ele é nosso TESOURO. Quem mais tenho eu no céu? Não há outro em eu me compraza na terra. Ainda que minha carne e meu coração, e minha filhinha, desfaleçam, Deus é a fortaleza do meu coração e a minha herança para sempre.”

Isso faz Deus parecer Glorioso. Como Deus. Não como alguém que dá carros, segurança ou saúde.Oh, como eu oro para que Birmingham seja liberta de Teologias que enfatizam a saúde, a riqueza, a prosperidade; de fato, que a América seja liberta. E que a Igreja Cristã seja conhecida por SOFRER por Cristo.

Deus é mais glorificado em você quando você está mais satisfeito Nele em meio à dor e pobreza, e não em meio à prosperidade.

— John Piper